quinta-feira, 22 de outubro de 2009

“Levanta-te e Actua - a maior mobilização humana registada na história”

Portugal ajuda a bater novo Recorde do Mundo – “Levanta-te” 2009

«Esperamos e confiamos que os resultados não fiquem apenas pelos números, mas que estes se transformem em compromissos por parte de todos os líderes governamentais para terminar com esta grave situação que acaba com a vida de milhões de pessoas no planeta todos os anos. Que se entenda toda esta mobilização como uma demonstração de que cada vez mais estaremos alerta, mais conscientes e mais sensibilizados para mudar o mundo. Por tudo isso continuamos a acreditar que:

“Somos a primeira geração que pode erradicar a pobreza”»

(Bruno G. M. Neto, Coordenador de Programa Pobreza Zero – GCAP Portugal)

6 Comments:

Ana Campos said...

O ser humano é muito egoísta. Poucos são os que ajudam os outros e não esperam nada em troca.
E os líderes mundiais não dão ponto sem nó. Isto infelizmente é para tapar os olhos a muitos.

Beijinhos

Arnaldo Reis Trindade said...

Querida,

Não é só a hora de reivindicar, mas também a hora de todos ajudarem, nem que seja diminuindo o lixo e poluição produzidas por si ou familiares, pois assim já diminui os resultados negativos da mesma e que são sentidos principalmente pelas pessoas da classe baixa.

Abraços.

Ana Martins said...

Mafa_R,
a luta contra a pobreza devia ser iniciada pelos líderes de todos os países do mundo, mas esses infelizmente preocupam-se mais com o seu bem estar.

A vontade e reivindicação do povo, acabam por ficar esquecidas numa gaveta qualquer. Mas claro que sim, acho que devemos sempre lutar por um mundo melhor e nunca mas mesmo nunca baixar os braços nem deixar que o silêncio nos vença pelo cansaço.

Beijinhos,
Ana Martins

Rui Figueiredo Vieira said...

De boas intenções está o inferno cheio...! Esta frase é dura, mas é a verdade. Muita gente fala porque falar é de graça, vivemos numa aparente estabilidade sentimental relativamente á pobreza, é preciso agir e já! Eu falo contra mim também, muitas vezes sou tomado pelo egoismo e pela perguiça, temos de acordar e de alguma forma dar um murro na mesa e dizer basta.

Eduardo Aleixo said...

Gostei de vir ao seu blogue.
Obrigado pela sua visita ao meu.
Lutar contra a pobreza, sim, através de políticas solidárias, governamentaais e da sociedade civil. E ao nível individual, pois cada pobre é nosso irmão.
Bem haja.
Eduardo Aleixo

DE MÂOS DADAS said...

Amiga
Passei por aqui e vi que verdadeiramente a fome é um problema de primeira ordem, inquietante. Fiquei contente por ver tanto empenho em encontrar soloções.
Será que poderei ajudar?
Como?
Solidária, continuarei a vir aqui apesar de me sentir mesmo muito pequenina uma gotinha de água.
Beijinho