sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Porquê Um Dia Mundial Para a Erradicação da Pobreza?

Dia 17 de Outubro - Dia Mundial Para a Erradicação da Pobreza.

Porque é que ainda é necessário um dia destes?

Porque, por exemplo, o que se passa em Portugal é uma vergonha:

- Trabalho precário;
- Falsos recibos verdes;
- Cada vez mais desemprego;
- Fome[!];
- RSI (Rendimento Social de Inserção) atribuído a quem não faz nada para se inserir, enquanto que indivíduos e famílias em situação de grave carência económica não são considerados com direito a ele;
- Pessoas Sem-abrigo;
- A Pobreza envergonhada é cada vez mais uma realidade;
- ...

Porque, por exemplo, na Europa os objectivos traçados para a erradicação da pobreza se revelaram em fracasso.

Porque, por exemplo, a nível mundial a miséria 'brada aos céus'.

Enquanto houverem pessoas com condições de vida degradantes, a quem é roubada a dignidade, faz todo o sentido um dia Mundial para a Erradicação da Pobreza.

O ideal seria não ser preciso. Seria sinal de que não existiam pessoas num sub-mundo.

É preciso gritar a plenos pulmões para ver se esta gente insensível acorda!


ACORDAI!!! e senti o nojo destas e de outras à vossa volta!

Levanta-te e Faz-te Ouvir!

9 Comments:

Eduardo Aleixo said...

O ideal seria não ser preciso...Mas há. Que haja. Que haja principalmente vontade política para..
Bom fim de semana.

sérgio figueiredo said...

A convite de uma amiga, venho dar o meu contributo a uma causa expressa neste teu blogue, que me apraz visitar, apenas com as minhas singelas palavras que tantas são a criticar a indiferença de quem muito fala e nada faz senão o manter uma luta pela sua felicidade de conseguir o Poder onde, para o conseguir, se servem desta desgraça e depois...esquecem-na. De tal forma que ela aumenta todos os dias mas...não são "obras públicas" que
dêem nome aos intelectos.

Obrigado por este post que ofereces para ler.

bj...nho

Je Vois la Vie en Vert said...

Junto-me ao vosso apelo !

Je me joins à votre appel !

VERDINHA

zedeportugal said...

Enquanto houver pessoas com condições de vida degradantes

Tão cedo não irá deixar de haver pessoas nestas condições, porque para isso teria que deixar de haver aquelas outras pessoas que exploram sem qualquer pejo as primeiras e lhes negam qualquer dignidade.

A "levanta-te e actua 2009" parece ser uma boa iniciativa, mas o meu combate contra a pobreza é mais permanente, mais discreto e, infelizmente, nem precisa de sair da minha proximidade (geográfica e afectiva).

No entanto, tenho conhecimento de uma comunidade cristã que está em plena acção hoje (e gosta muito de publicidade) e vou reencaminhar para eles aquele e-mail que me enviou - pode ser que eles queiram enviar de volta os materiais de divulgação que sempre produzem. :)

Um grande abraço de encorajamento.

Paulo Sempre said...

Os pobres que são pobres apesar de terem feito tudo para que não o fossem, merecem todo o respeito e a ajuda do próximo.
Depois temos um numero muito grande de pobres porque vontade própria. O direito de ser pobre também merece respeito!
Depois há, ainda, muitos pobres que o não querem ser mas nada fizeram - mesmo podendo faze-lo - para o deixarem de ser. Estes pobres não merecem qualquer tipo de apoio. Merecem ser castigados!!!
Só faz sentido falar de pobreza a sério quando se fizer um relantamento da realidade:
- Quantos pobres existem por vontade própria?
- Quantos pobres existem porque nada fizeram - mesmo podendo faze-lo - para não viverem num estado de pobreza?
- Quantos pobres existem que tudo fizerem para o não ser mas, ainda assim, continuam pobres?

Os verdadeiramente pobres não não tantos como parece...

Abraço

Paulo

Ana Martins said...

Mafa_R,
a pobreza envergonhada aumenta de dia para dia enquanto os nossos governantes passeiam, tratam-se bem e fingem resolver os problemas do País.

Beijinhos,
Ana Martins

MaFa_R said...

Eduardo Aleixo,

Sérgio Figueiredo,

Verdinha,

Zedeportugal,

Paulo Sempre,

Ana Martins,


Muito Obrigada pelas vossas vozes aqui!

A luta continua Hoje e enquanto houver voz para gritar contra estas enormes injustiças sociais.

Sara S. said...

Concordo, é preciso fazer-se ouvir, é preciso agir. E este dia pode servir para consciencializar as pessoas destas realidades, embora não tenha visto nenhuma acção nesse âmbito. Espero agir em breve. Beijinhos

MaFa_R said...

Sara,
também me parece que as pessoas se acomodam muito... demasiado!
Obrigada.

Beijinhos